Saiba como cuidar de sua saúde, mente e corpo!
emagrecer-por-dentro

Dê que Adianta Tentar Fazer Dieta para Emagrecer, se não souber Disso!

Emagrecimento

psicologia para emagrecer

Já se perguntou porque algumas pessoas conseguem emagrecer rapidamente, enquanto outras pessoas tentam todos os tipos de dietas, passam fome e mesmo assim não conseguem emagrecer?

Está comprovado que pessoas ansiosas, depressivas ou estressadas, sentem maior dificuldade para emagrecer. Porque isso acontece?

Pessoas que passam por tais conflitos emocionais acabam por compensar esses problemas aumentando o consumo de determinados alimentos altamente calóricos, como doces e principalmente o chocolate, que induz o organismo a produzir mais serotonina, um hormônio que causa a sensação de prazer e bem-estar.

Outro fator é o estresse, por exemplo, o corpo produz um hormônio chamado cortisol, que libera aminoácidos do músculo, levando-os até o fígado, onde são transformados  em açúcar e, posteriormente, em gordura. Dá para acreditar? Em paralelo, a pessoa retém líquidos e acumula tecido adiposo (gordura corporal), principalmente na região do abdômen.

Por este motivo, existem algumas pessoas que não comem quase nada e, ainda assim, engordam: o organismo já está totalmente desregulado, o que favorece uma maior instabilidade emocional provocada pela alteração da imagem física.

 

O que acontece no cérebro quando comemos?

Temos um “termômetro” cerebral chamado hipotálamo. Ele fica em uma parte profunda do cérebro e avalia como está a pressão sanguínea e os níveis de glicose, sais minerais, sódio e potássio.

O hipotálamo recebe informações de todo o corpo. Quando falta energia, o estômago produz um hormônio chamado grelina, também conhecido como “hormônio da fome”, que acende o hipotálamo e faz a pessoa sair em busca de comida.

À medida que nos alimentamos, a grelina para de ser produzida e vem a saciedade. Essa sensação ocorre por ação da leptina, hormônio produzido no tecido adiposo que inibe a vontade de comer.

Os dois elementos essenciais para alimentar o cérebro e ajudar no funcionamento adequado dos neurônios são a glicose e o oxigênio.

Apesar disso, não adianta só ingerir alimentos à base de açúcar ou que se transformam logo em açúcar, (veja a tabela de índice glicemico), como as massas. Prefira comidas ricas em fibras e proteínas, que demoram mais tempo para ser metabolizadas no organismo.

Se você esta com acumulo de gordura significa que seu corpo não consumiu toda energia, em forma de calorias, e estocou o que sobrou, esse estoque ou armazenamento é feito em forma de gordura. Se você está gordo(a) é porque, ou ingeriu mais do que queimou, ou queimou menos energia do que consumiu.

Entender porque comemos além do necessário, saber como as frustrações colaboram pra usarmos a comida como válvulas de escape nos ajuda a “fazer às pazes” com a balança, assim teremos recursos para aprender como não morrer de fome e emagrecer.

Precisamos de comida para sobreviver, mas muitas vezes comemos além do necessário para a manutenção de uma vida saudável, comemos por impulso, compulsivamente, e isso é um comportamento desajustado, é conseqüência de uma mente que precisa de ajustes.

Isso explica o porque comemos além do necessario quando nos sentimos ansiosos, culpados, ou precisando de ajuda emocional, podemos sair por aí comendo feito um louco, comportamento este que não tem nada a ver com nutrição e manutenção da vida.

Mas o inverso também é verdadeiro. Quando o corpo não está bem o lado psicológico também sofre, se você se alimenta mal, de forma errada, você vai debilitar seu organismo, vai ganhar colesterol, diabetes, obesidade. E com o corpo debilitado a cabeça também não vai funcionar muito bem. Sem falar da auto-imagem negativa, pois se você não gosta do que vê no espelho, vai se culpar, se considerar inferior, inadequado, feio , esquisito, enfim, se sentir muito mal com você mesmo.

Obesidade, excesso de peso, sobrepeso são consequências de quê?

Com a facilidade de se encontrar alimento super caloricos hoje em dia você acaba comendo muito mais do que precisa e, engorda. Engordando se sente mal com você mesmo. Se sentindo mal com você mesmo você vai procurar algo que te console, algo agradável, e que tal um prato bem saboroso?   E aí que acontece? Engorda mais ainda, e vira uma espiral ascendente, um circulo vicioso.

Para algumas pessoas excesso de peso é considerado falta de vontade, falta de auto-controle e até desleixo. A maioria não olha com bons olhos aquele que está acima do peso, não consegue ver que ninguém está acima do peso porque quer.

Na realidade comer a principio serve para a manutenção da vida, mas pode se transformar em algo tão disfuncional que, em casos mais graves causa tanto prejuízo à saúde física e mental que pode levar à morte, morte psicológica ou morte física mesmo.

A boa noticia é que não é impossível perder peso, ficar mais saudável e se gostar mais. A questão é encontrar o caminho certo. Acompanhe as dicas aqui no compartilhe saude você está no lugar certo se quer emagrecer!





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *