Saiba como cuidar de sua saúde, mente e corpo!

5 Motivos Para Não Consumir Soja

5 Motivos Para Não Consumir Soja

No Brasil a soja é vendida como um alimento saudável e natural. A indústria alimentícia tenta nos convencer de que consumir soja traz vários benefícios… seja em grãos, óleos ou em forma de sucos. E na maior parte das vezes conseguem!

As indústrias alimentícias são realmente boas em nos moldar segundo seus interesses, mas, não vou entrar nesse mérito! Convido você a analisar 5 motivos para não consumir soja e tirar suas próprias conclusões.

 

A Soja é Rica em Fitoestrógenos

Os Fitoestrógenos também conhecidos como Isoflavonas, são moléculas que se parecem muito com o estrogênio do nosso corpo. Por isso muitos recomendam o consumo da soja para aliviar a intensidade e a frequência das ondas de calor em aproximadamente 50% a 60% das mulheres na menopausa. Apesar de muitos dizerem que são benéficas, estudos independentes apontam o contrário. As Isoflavonas funcionam como um pesticida, deixando os animais que consomem soja inférteis.

Há pesquisas que demonstram que as Isoflavonas podem impedir a ovulação e estimular o crescimento de células cancerígenas. Apenas 38mg de isoflavona por dia, ou seja, menos que um copo de leite de soja, pode resultar em hipotireoidismo, letargia, constipação, fadiga e ganho de peso.

Estudos mostraram que o consumo de isoflavonas causaram problemas reprodutivos, bem como infertilidade, doenças na tireóide e no de ratos, esturjões, codornas, ovelhas, porcos e macacos saguis.

O mais chocante:

Um estudo suíço em 1992 estimou que 100g de proteína de soja equivalem a uma pílula anticoncepcional. Um bebê alimentado com formula a base de soja pode chegar a ter a concentração de estrogênio equivalente a 5 pílulas anticoncepcionais por dia.

E o que dizer das crianças…

Como já dito no início do artigo, a soja provoca um efeito estrógeno, isso quer dizer que meninos que passam a consumir constantemente produtos à base de soja terão dificuldades na puberdade e durante o desenvolvimento dos órgãos sexuais. Pois estarão ingerindo em excesso o hormônio predominante feminino.

Em outras palavras, pode-se dizer que o consumo constante de soja em crianças prejudica o desenvolvimento natural e puberdade, promovendo a feminilização através da ingestão das altas doses de estrogênio encontradas em produtos à base de soja. Agora te pergunto, isso é saudável?

 

A Soja é Rica em Goitrogênicos

Os Goitrogênicos impedem a tireoide de conseguir a quantidade necessária de Iodo. Com isso as pessoas começam a sofrer de mal humor, ganhos de peso, fadiga, baixa imunidade etc… Em 1997 foi descoberto que o principal goitrogênico na soja eram as próprias isoflavonas.

 

A Soja é Rica em Fitatos e Inibidores de Tripsina

Os fitatos, também chamados de ácido fitico, é um anti-nutriente encontrado na soja e dificultam a absorção de minerais. Se tratando da soja, apenas os alimentos fermentados de soja têm os fitatos inibidores. Os inibidores de tripsina impedem a correta absorção de proteínas.

Quando você passa a ingerir alimentos à base de soja constantemente, os fitatos fazem com que você passe a ter dificuldades para absorver alguns nutrientes e minerais. Com o tempo você passa a ter deficiência de Cálcio, Magnésio, Ferro, Cromo e Zinco. Além disso,muitas das proteínas que seriam absorvidas, não são.

 

A Soja Causa Deficiência de Vitaminas

Todos sabemos que as vitaminas são fundamentais para o bom funcionamento de nosso corpo, e não é à toa que muitos fazem uso de suplementos, já outros consomem bastante frutas… Agora imagine que desperdício de tempo e dinheiro é saber que a soja pode impedir que vitaminas importantes como a vitamina B12 e a vitamina D sejam absorvidas pelo organismo? Mas é exatamente isso que a soja faz.

 A vitamina B12 atua de forma fundamental na formação do sangue, previne problemas cardíacos e derrame cerebral. Além de ser importante para uma boa manutenção do sistema nervoso.

Já a vitamina D é constantemente citada como sendo importante para os ossos e prevenção de doenças como diabetes, câncer, Alzheimer e doenças cardiovasculares.

Vendo por esse lado, não parece ser muito inteligente consumir um alimento que provoque a deficiência dessas vitaminas não é mesmo?

E quanto a proteína isolada da soja?

A proteína isolada de soja aumenta a necessidade de vitamina D, E, K e B12 e causa sintomas de deficiência dos minerais cálcio, magnésio, manganês, molibdeno, cobre, ferro e zinco. Animais alimentados com proteína de soja apresentam pancreas e tireóide aumentados e aumento de gordura no fígado.

 

A SOJA É UM ALIMENTO ALTAMENTE TÓXICO

De acordo com o site Rede Brasil Atual “O Brasil é o segundo maior exportador de soja do mundo (atrás apenas dos Estados Unidos). A dominância do produto deve continuar expressiva, com praticamente metade da área de cultivo brasileiro até 2024.”

Imagine quanto o Brasil presa esse título…Com certeza é um alimento altamente tóxico!

A indústria visa lucros e busca sempre formas de produzir mais por menos. Seguindo essa linha de pensamento, diversas modificações genéticas são realizadas. Alterações no DNA da soja são constantemente realizadas a fim de se obter plantas mais resistentes nas lavouras.

Existem centenas de estudos comprovando a toxicidade da soja, veja o artigo em inglês “Estudos mostram efeitos adversos das isoflavonas, 1950-2013”.

Genes foram incluídos para que a planta seja capaz de sobreviver e destruir possíveis pragas e ameaças na lavoura. O que reflete também na destruição do nosso organismo. Um “alimento” perigoso e cancerígeno.

 

Cerca de 90% da Soja no Brasil é Transgênica.

Alimentos TransgênicosVocê conhece este símbolo?

Abra seu armário e pegue alguns alimentos, como por exemplo, um pacote de bolachas, ou de macarrão e você verá que o símbolo de transgênico está lá!

O Que São Alimentos Transgênicos?

Um alimento transgênico tem a mesma aparência de um alimento natural, mas as aparências enganam.

Transgênicos (ou organismos geneticamente modificados) são seres vivos criados em laboratório a partir de cruzamentos que jamais aconteceriam na natureza. Com essa nova tecnologia, pode-se introduzir um gene de rato, de bactéria, de vírus ou de peixe em espécies de arroz, soja, milho, trigo. Por exemplo, há soja com gene de bactérias e milho com gene de bactérias e vírus.

Muitos estudos e evidências relacionam os transgênicos a impactos em nossa saúde, no meio ambiente e na agricultura. A questão é tão grave que a Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Ministério da Saúde) e o Ibama – Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ministério do Meio Ambiente) foram contrários à decisão da CTNBio – Comissão Técnica Nacional de Biossegurança – de liberar os milhos transgênicos Liberty Link, da Bayer; MON810, da Monsanto; e Bt 11, da Syngenta.

Mas o Conselho de Ministros (CNBS) desconsiderou os argumentos técnicos dos órgãos do Ministério da Saúde e do Ministério do Meio Ambiente e apoiou a liberação dos milhos.Hoje já existem no Brasil soja e milho transgênicos autorizados para consumo. Portanto, para evitar o seu consumo, é muito importante buscar a informação no rótulo dos alimentos.

Como vimos a soja atrapalha a absorção de vitaminas essenciais ao nosso corpo, suas sementes são geneticamente modificadas e o seu nível de toxinas são altos. O que você acha, vale a pena consumir soja?


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *