Saiba como cuidar de sua saúde, mente e corpo!

Graviola – Para que Serve e Quais os Benefícios à Saúde

Hoje vamos falar sobre a Graviola uma planta medicinal muito comum no Brasil. A árvore de Graviola  pode chegar até 10 m de altura e tem frutos muito saborosos e é conhecido por seus benefícios medicinais bem interessantes que podem ser úteis para sua saúde.

Uma das principais virtudes da Graviola é sua ação anti cancerígena. Mas será que a Graviola realmente é capaz de curar o câncer?

Continue a leitura e saiba toda a verdade!

A Graviola

O nome científico da graviola é Annona Muricata e é uma planta que você vai poder encontrar mais informações sobre ela na internet, nos manuais de fitoterapia, ou nas publicações científicas por esse nome “Annona Muricata”.

A Graviola é uma planta da família da fruta do conde, do Araticum, da Pinha, da Atemoia e  de outras frutas muito comuns que são todas pertencentes à família das annonacea e todas elas têm características bem parecidas.

Para começar, a Graviola é uma planta frutífera, ela dá um fruto muito saboroso levemente ácido e adocicado, um fruto refrescante e riquíssimo em vitaminas, minerais e açúcares. É muito utilizado para fazer sucos, mas também para ser comido naturalmente.

A história do uso da graviola remonta os povos antigos da América do Sul e América Central, hoje a graviola é encontrada também na África, na Ásia. Mas ela é nativa do continente americano e os indígenas dessa região já usavam ancestralmente as folhas da Graviola para muitas finalidades.

Hoje talvez a gente use menos a Graviola do que se usava antigamente, mas ela tem qualidades medicinais muito importantes, principalmente nas folhas dela. A Graviola pode ser usada como um todo. Ela possui  propriedades na sua casca, na casca do tronco, nas suas raízes e nas suas sementes.

Mas é preciso lembrar que a Graviola é uma planta potencialmente tóxica, então é preciso tomar cuidado, ter cautela na utilização de compostos com folhas ou com casca de graviola. Seu uso não pode ser exagerado com doses muito altas, nem por períodos prolongados. Pois assim você corre o risco de uma intoxicação, por isso tenha cautela!

Estudos Feitos Com A Graviola

Estudos Feitos Com A Graviola

Apesar de a Graviola ser usada como um todo, as folhas da Graviola são as partes mais  utilizadas. Toneladas de folhas de Graviola são vendidas para Europa e para os Estados Unidos, para empresas que estão fazendo pesquisas com elas. E os resultados dessas pesquisas não são divulgados porque as agências de vigilância desses países não autorizam a divulgação desses resultados enquanto não tiver comprovado o efeito da planta. Mas toneladas de plantas delas são exportados principalmente para Alemanha e para os Estados Unidos.

Graviola Controla a Diabetes

Graviola Controla a Diabetes

Você pode usar a folha da Graviola como pintura e como chá. A folha da Graviola tem uma qualidade antidiarréica e a casca do tronco dela também tem propriedades antidiarréica. Além disso, ela apresenta propriedades antiglicemiante ou seja hipoglicemiante que reduz as taxas de açúcar no sangue e pode ser usado como um coadjuvante no tratamento da diabetes.

Graviola Baixa Pressão Alta

Também a Graviola apresenta propriedades hipotensora capaz de manter a pressão arterial baixa.

Também a Graviola apresenta propriedades  hipotensora capaz de manter a pressão arterial  baixa. Entre os povos da América e em outros países ela é muito utilizada para baixar a pressão arterial, ou seja, para aquelas pessoas que têm hipertensão, elas podem usar o chá da graviola para baixar sua pressão arterial. Mas ela não pode ser utilizada como medicamento de uso contínuo. Lembre-se que a Graviola consumida em excesso pode intoxicar você. Então é preciso ter cautela!

No caso de um pico de pressão alta o chá da graviola pode regular pressão, Mas isso deve ser feito de maneira esporádica, isto é, de vez em quando devido sua toxidade.

Se você sofre com pressão alta e às vezes mesmo tendo tomado remédio para pressão ela não baixa…então aprenda como fazer o suco para baixar a pressão alta rapidamente. Em apenas 20 minutos sua pressão estará regularizada.

Graviola como Vermífogo

Tanto as folhas da Graviola quanto a casca do seu tronco possui substâncias que agem como inseticida no combate aos piolhos,  pulgas, ácaros e sarnas. Para isso, basta fazer um chá e aplicar. Outro uso bem interessante da Graviola é que suas sementes são e podem ser usados como vermífugos.  

Agora  vamos tocar num dos assuntos mais importantes deste artigo!

A Graviola Cura o Câncer?

Muitas pessoas têm usado deliberadamente a Graviola como uma cura para o câncer. Realmente a Graviola comprovadamente ajuda na cura do câncer, graças a um componente presente na fruta chamada de acetogenina que age com um antitumoral. Porém é necessário cautela ao consumir a Graviola.

Tanto nas folhas da graviola como na semente da graviola, existe uma substância chamada acetogenina e acetogenina é uma planta que tem uma grande capacidade antitumoral. Sim a graviola tem capacidade antitumoral e grande quantidade dessa acetogenina.

Alguns ensaios já foram feitos não foram testados com humanos ainda, foram testado em  laboratório e acetogenina teve uma eficácia muito grande no controle do desenvolvimento de tumores no pulmão, chamados de adenocarcinoma de pulmão, da próstata, do pâncreas, do fígado e do intestino grosso. Em alguns casos ela teve um efeito melhor do que a quimioterapia.

As substâncias presentes nas folhas da Graviola estão sendo estudadas para se tornarem um importante quimioterápico natural. Isso não quer dizer que você (o paciente com câncer) irá abandonar a quimioterapia convencional, para consumir somente folhas de graviola.

Muitas pessoas têm usado deliberadamente a Graviola como uma cura para o câncer. Realmente a Graviola comprovadamente ajuda na cura do câncer, graças a um componente presente na fruta chamada de acetogenina que age com um antitumoral. Porém é necessário cautela ao consumir a Graviola.

https://www.youtube.com/watch?v=76WHt1ecS14&list=PLNeTti_9Mwem54zAz9_WAD2nXwvFPlBTI

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *